“Eu tinha algum amor, eu era bem melhor. Mas tudo deu um nó e a vida se perdeu.” ♪♫
Momentos Só Meus
home ask.fm Twitter Tumblr 2
Eu era uma pessoa muito emotiva, sensível e frágil são duas palavras que me caracterizariam perfeitamente ha algum tempo, porém, eu mudei. Costumava depender emocionalmente das pessoas, me prender a elas, mas eu sempre acabei da maneira que estou agora, sozinho. Depois de tanta decepção, me tornei alguém descompromissado com os sentimentos e com as pessoas em geral, não me prendo a mais ninguém, amadureci, talvez isso não possa ser chamado de amadurecimento, evolução, talvez eu simplesmente tenha mudado, pois às vezes, me sinto feliz por não ter mais dentro do meu coração tantos sentimentos confusos, que na maioria do tempo estavam mergulhados em insegurança e medo, e que sempre acabam em decepção e dor, mas, as vezes, me sinto tão sozinho e vazio, e o vazio é tão grande que quando a saudade grita por um nome dentro de mim posso ouvir os ecos, e só ouço ecos, não sinto absolutamente nada.
Cristian     (via materializei)
Melhor queimar de uma vez, do que apagar aos poucos.
Kurt Cobain.  (via publicadora)
O pacto que todo casal deveria fazer: “Quando eu achar que o amor esta acabando, prometo me lembrar dos motivos que me fizeram te amar um dia.”
Autor Desconhecido.  (via alentador)
Não sei se minha vida realmente esta uma merda ou é apenas drama de minha parte.
— Gustavo.  (via se-eu-sumir)
É muito fácil mentir e iludir, difícil é recuperar a confiança de quem você magoou
Ela é “estranha”. Tem vergonha até pelo bate-papo, tem ciúmes até de foto. Chora ouvindo sua música preferida e grita quando se assusta. É escandalosa, porém tímida, isso depende se está ou não perto dos seus amigos. Aliás, quando ela está com os amigos, perde a vergonha na cara e só faz “merda”. Sim, ela é “estranha”, mas pelo menos procura ser feliz. Ela tem uma risada alta e ao mesmo tempo uma voz suave. Faz careta do nada. Come pipoca, brigadeiro e sorvete sem culpa. Conversa sozinha, canta errado, dança como uma louca em casa, dá risada dos tombos, faz palhaçadas, conta piada velha e acha maior graça, conversa com os animais, briga com objetos quando esbarra neles. Sim, ela é louquinha, mas quem não é? E sabe uma coisa? Dane-se. Pessoas “perfeitas” são um saco.
Caio Fernando Abreu.   (via sarradora)
Sou uma pessoa difícil de lidar, teimosa ao extremo, bruta, até fria às vezes, dona de uma personalidade muito forte, impulsiva, explosiva… mas nem por isso deixo de ter sentimentos, deixo de sofrer. Se eu prefiro sorrir, é porque creio que isso torna a convivência mais agradável, possível… Se posso contar de uma forma alegre, contarei… Um sorriso nem sempre quer dizer felicidade, muitas vezes é apenas sinal de maturidade, ou até mesmo um disfarce. Então, não pense que eu sou capaz de erguer a cabeça e continuar sem sofrer, pois ainda vai doer e muito, essas coisas sempre doem, por mais que a gente relute, teime… tem sempre algo pra nos relembrar e machucar.
Tati Bernardi. (via florejaste)
Vou ficar legal. E você vai sentir minha falta.
Gabito Nunes   (via com-versos)
Estou cansada da vida, não que eu queira morrer eu só não queria sentir como se a minha vida não fizesse mais sentido algum.
— Maríta. (via se-eu-sumir)

FS © Momentos Só Meus